quarta-feira, 12 de novembro de 2008

10.

diz (00:51):
Nossa. Não me imaginava nesse lugar.
Nunca.

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

9. A-HA-SA, Damien.

Cheers, darlin'
You gave me three cigarettes to smoke my tears away

And I lied, I should have kissed you

Cheers, darlin'

I should have kissed you when we were alone

What am I darlin'?
A whisper in your ear?
A piece of your cake?
What am I, darlin?
The boy you can fear?
Or your biggest mistake?

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

8. Olet yrittänyt kääntää että otsikko?

Eu tô cansada.
Perdoa-me, Rilke, eu não sei mais ser a sozinha que você acha que eu devia. Que eu gostava muito de ser. E ainda assim, eu não quero uma companhia. Nem um milhão delas.
Eu só não quero, e quero muito, eu não sei nada.
Me abraça, caubói. Você sabe dizer, calar, intoxicar e acalmar, muito na medida. Irritada e querendo te deixar, eu volto. Porque é você o malandro e eu sou a mulher.
Perdoa-me, Rilke, mas não sei acompanhar minha solidão. Eu sou, só, barulhenta demais. Ou calada demais. Acho que só... mais que péssima demais.
Preciso de uma nova cicatriz ou um teletransporte.

segunda-feira, 3 de novembro de 2008